Naiara Oliveira, de 33 anos, era uma repórter bem-sucedida da TV Record Bahia. Tanto que foi promovida para a rede em São Paulo para trabalhar no “Cidade Alerta”, na equipe do apresentador Luiz Bacci. Entretanto, na sexta-feira, 7, a jornalista foi demitida, sem que recebesse uma explicação convincente de sua chefia.

Há possíveis dois motivos. Primeiro, Naiara Oliveira não se adaptou ao “Cidade Alerta” e, quatro meses depois, voltou para a Record Bahia. Segundo, ao participar do podcast PodMaix, disse que Luiz Bacci, jornalista importante da Record nacional, era “PodMenos”.

“PodMenos é uma pessoa que… Vou explicar esse PodMenos, pelo amor de Deus. Não é no sentido que é longe da minha vida. Não é isso, não, é uma pessoa que não tem uma realidade muito diferente da minha. Então, é uma pessoa que está em uma condição muito diferente”, sublinhou. Naiara Oliveira acrescentou: “Ele, lá, fazendo o trabalho dele, caminhando devagarinho, e eu cá. Não entra no PodMaix, também não entra no PodeMenos, mas só tenho dois PodMais e PodMenos, então é PodMenos”.

A direção da Record Bahia, ante questionamento da repórter, informou que a demissão foi decidida em São Paulo. Depois, falou em corte de custos.

A fala da jornalista parece ter desagrado tanto Luiz Bacci quanto a Record nacional. A emissora enviou uma nota para o site Notícias da TV: “A Record nega veementemente as afirmações descritas e, por respeito aos seus colaboradores, não comenta movimentações de funcionários”. O que seriam tais “movimentações”? Talvez demissões.

Ao ser notificada da demissão, Naiara Oliveira chorou e comoveu os colegas, que pararam de trabalhar, durante alguns minutos, para aplaudi-la. “Isso me ver que eu não errei”, frisa. “Fui pega de surpresa, nunca fui advertida. Meu diretor, Leonardo Habib, não conseguia me dizer o motivo. Entrei no desespero. Disse que precisava saber o que fiz de errado, e ele falou que a ordem veio de São Paulo. Disse que foi custo, mas recentemente promoveram produtor, não é isso. Eu sabia que o aconteceu lá atrás podia dar nisso, ouvi muito isso quando decidi retornar.”

O fato de Naiara Oliveira ter pedido para sair do “Cidade Alerta”, por discordância editorial, parece ter pesado da demissão. “Não deu certo, eu estava adoecendo. Eu preferi parar, nenhum dinheiro compra o meu caráter. Eu estava tendo síndrome do pânico. Até pedi para mudar horário e me testarem em outro editorial. Era só crime, crime… Aqui [na Bahia], eu fazia de tudo, tinha a minha assinatura. Em São Paulo, eu estava sendo igual a todos. Não queria me perder”, contou a repórter ao Notícias da TV.