Euler de França Belém
Euler de França Belém

100 jornalistas brasileiros foram bloqueados no Twitter por autoridades

O presidente Jair Bolsonaro é o político que mais bloqueia jornalistas. Há 54 registros. Governador pelo PC do B também bloqueou jornalista

Relatório da Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) mostra que 100 jornalistas brasileiros foram bloqueados no Twitter por autoridades públicas.

O presidente Jair Bolsonaro é o campeão absoluto de bloqueios. São 54 casos. O governador do Maranhão, Flávio Dino, e três de seus secretários bloquearam o jornalista Yuri Almeida, do portal Atual 7. O ministro Og Fernandes, do Superior Tribunal de Justiça, bloqueou Stefano Wrobleski.

Os irmãos Arthur e Abraham Weintraub (ex-ministro da Educação) são grandes bloqueadores de jornalistas. Os dois são bolsonaristas da linha olavo-carvalhista.

Tai Nalon, fundadora de Aos Fatos, disse à Abraji: “Bloquear um jornalista é muito mais desrespeitoso do que eficaz. Se eu sair do meu perfil e entrar em outro, ou se eu não fizer login, conseguirei ver os tweets do político em questão. Bloquear conta é um recurso oferecido a usuários comuns que sofrem assédio. Políticos estão nas redes para prestar contas, o que é muito diferente do papel de um usuário comum”. Um dos argumentos mais sensatos.

O correspondente da Globo em Londres, Rodrigo Carvalho, foi bloqueado por Bolsonaro unicamente porque perguntou “quando os brasileiros” começariam a ser “vacinados”. “Pergunta simples, básica. Àquela altura, mais de 40 países haviam saído na frente. As pessoas estavam morrendo. Fui bloqueado.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.