Irapuan Costa Junior
Irapuan Costa Junior

Discurso de Bolsonaro na ONU é veraz e é uma defesa da soberania brasileira

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, apreciou a fala altaneira do presidente da República do Brasil 

Jair Bolsonaro: discurso firme na ONU — e elogiado por Donald Trump | Foto: Reprodução

De Augsburg, Alemanha — O presidente Jair Bolsonaro discursou, como fazem os presidentes brasileiros por tradição, na abertura da Assembleia Geral da ONU. Nem bem pronunciava sua peroração, e já surgiam as críticas. “Em discurso agressivo, Bolsonaro diz que há falácias sobre a Amazônia”; “Bolsonaro distribui ataques a Cuba, Venezuela e França em sua fala na ONU”; “Presidente faz discurso agressivo e critica imprensa em estreia na ONU”; “Bolsonaro desperdiça seu momento na ONU”; “O tom, a estética e as paranoias marcaram o discurso na Assembleia Geral da ONU”, “Com a dureza de sempre, Bolsonaro queima chances de construir pontes na ONU”; “Discurso de Bolsonaro na ONU isola ainda mais o Brasil”. Estas são algumas das manchetes nos principais jornais brasileiros.

Mas um único comentário destrói todo esse fogo de artifício, toda essa perfumaria esquerdista. O presidente Donald Trump, encontrando Jair Bolsonaro após a sessão, declarou: “Bom Discurso”. Este, o comentário que interessa, embora ignorado pela imprensa brasileira. E um apelo ao leitor: leia a íntegra do discurso do presidente. É um discurso duro, mas altaneiro. Interessante à nossa soberania. E veraz, absolutamente veraz. O leitor não encontrará ali nenhuma palavra que não seja a expressão pura da verdade.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.