A lei que cria a Região Metropolitana do Entorno do Distrito Federal foi sancionada pelo governador Ronaldo Caiado (UB). O texto complementar nº 181 foi publicado no Diário Oficial do Estado de Goiás (DOE), nessa quinta-feira, 5. Além disso, a medida institui o Conselho de Desenvolvimento da região.

Para tanto, a lei prevê a cooperação interfederativa entre os governos de Goiás e do Distrito Federal e a União, com objetivo de solucionar os problemas comuns dos 11 municípios goianos limítrofes da capital federal. Dentre os quais, estão a mobilidade urbana, saúde, saneamento e destinação de resíduos sólidos.

O secretário-geral de Governo, Adriano da Rocha Lima, que esteve à frente da proposta, explica que a instituição legal da região é o primeiro passo para atacar de forma eficiente e coletiva os gargalos que assolam há décadas aquela região. “O Entorno do Distrito Federal sempre foi uma das prioridades de nossa gestão e agora, com esta medida, poderemos agir ainda mais para melhorar a qualidade de vida de todos que vivem na região”, ressalta.

Integram a RME os seguintes municípios: Águas Lindas de Goiás, Cidade Ocidental, Cocalzinho de Goiás, Cristalina, Formosa, Luziânia, Novo Gama, Padre Bernardo, Planaltina, Santo Antônio do Descoberto e Valparaíso de Goiás.