O Ministério da Justiça e Segurança Pública criou um e-mail para centralizar denúncias e informações sobre integrantes dos atos terroristas realizados nesse domingo, 8, em Brasília (DF). As mensagens podem ser enviadas para o endereço [email protected]

No anúncio da plataforma, o Ministério declarou que qualquer informação ou pista é bem-vinda e todas as denúncias são anônimas. Com isso, a Justiça garante que as informações enviadas serão mantidas sob sigilo.

Até o momento, a Polícia Civil do Distrito Federal já prendeu 204 pessoas por envolvimentos nos ataques. Os presos começaram a ser transferidos para o Complexo Penitenciário da Papuda e para a Penitenciária Feminina do Distrito Federal (PFDF), conhecida como Colmeia, ainda no domingo.

Na manhã desta segunda-feira, 9, cerca de 1.200 outras pessoas também foram detidas. Elas foram retiradas de acampamentos montados em frente ao quartel-general do Exército, em Brasília, e encaminhadas à sede da Polícia Federal.