Wilder perde o apoio de 90% dos prefeitos da base governista

Gestores municipais alegam que o senador se aliou a um político que só faz “ataques” ao ex-governador Marconi Perillo

Wilder Morais na CCJ | Foto: Marcos Oliveira/ Agência Senado

Aliados do senador Wilder Morais estão fazendo a contabilidade de suas perdas eleitorais por ter trocado a base governista por uma aliança com o pré-candidato a governador pelo DEM, senador Ronaldo Caiado. Os wilderistas sugerem que o novo integrante do Democratas perdeu o apoio de pelo menos 90% dos prefeitos que o apoiavam quando pertencia à base aliada (frise-se que muitos deles já estão apoiando Demóstenes Torres para senador).

“Se Wilder tivesse apoiado Daniel Vilela, e não Ronaldo Caiado, parte dos prefeitos teria como acompanhá-lo. Mas Ronaldo Caiado é o político que mais critica o ex-governador Marconi Perillo, sobretudo algumas de suas conquistas, e por isso não dá para segui-lo na sua aventura”, afirma um prefeito. “Mas tenho apreço por ele.”

Há o problema das emendas. Wilder aprovou emendas para os 246 municípios goianos. Mas os recursos financeiros não chegaram nem para 120. Os prefeitos avaliam que isto é grave, porque revela falta de empenho ou falta de prestígio junto ao governo federal.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.