Votos de Iris, grana de Armando e capacidade de demolição de Caiado: a raison d’être de chapa

O ex-prefeito de Goiânia Iris Rezende, do PMDB, para governador. O deputado federal Armando Vergílio, do Solidariedade, na vice. O deputado federal Ronaldo Caiado, do DEM. O chapa reúne três partidos e nenhum amador político. A explicação para a montagem é a seguinte:

1 – Iris Rezende “puxa” votos, pois é popular, notadamente na Grande Goiânia (mais de um terço do eleitorado de Goiás). E tem a imagem de gestor eficiente.

2 – Armando Vergílio é jovem e, sobretudo, é capaz de atrair o apoio de parte da área de seguros-financeiras. Noutras palavras, o líder do Solidariedade representa estrutura e capaz de articulação com vários grupos políticos. Puxa apoios, que, na prática representa votos.

3 – Ronaldo Caiado, além da imagem de político ético, é visto pelo irismo como uma máquina de demolição.

4 respostas para “Votos de Iris, grana de Armando e capacidade de demolição de Caiado: a raison d’être de chapa”

  1. Mario Evangelista disse:

    Esta eleição vai tirar pica-pau do oco!

  2. Edergenio Vieira disse:

    Entre a brasa e o espeto.

    A democracia representativa, nasce dos ideias da Revolução Francesa. Lógico que o modelo de democracia que temos, inclusive esse que existem e quase todo Ocidente, origina-se da Grécia, mas esse democracia, que alguns dizem ser democracia burguesa, não a toa vem da França pós revolução burguesa em 1879. Essa democracia, foi responsável por grandes avanços no mundo Ocidental contemporâneo, mas ela faliu. Isso mesmo leitor, a democracia representativa faliu. A prova disso é que um dos motes para instituição de regimes democráticos é a alternância de poder. Contudo, ao ver um chapa com Iris, Caiado e Armando é prova estrondosa de que é o velho muda para não mudar nada. Qual a diferença de um projeto Marconi, para um projeto Iris-Caiado-Armando? Nenhum. São todos representantes do projeto das elites goianas e lutam pelo poder não pelo povo (termo amplamente genérico) mas pelos seus próprios umbigos. Pobre de nós, ter que escolher entre a brasa e o espeto.

  3. Odlan Cruzeiro disse:

    A base aliada, vai ter muito trabalho para segurar estes três. E a base não tem argumento, é discurso vencido.

  4. Aladio Ramos Vilela disse:

    Caiado demolidor? ele não transfere seus votos para seus companheiros, já lançou um candidato a Governador e um a Prefeito e foi dois Vexames.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.