Vilmar Rocha destaca vitória política nas eleições deste ano. E ele teve mais votos do que Iris

O parlamentar frisa que o PSD elegeu dois deputados federais e cinco deputados estaduais

Vilmar Rocha e Marconi Perillo

Presidente do PSD em Goiás, o deputado federal Vilmar Rocha considera que obteve uma grande vitória política nas eleições deste ano, apesar da derrota nas urnas. Vilmar foi candidato ao Senado pela coligação Garantia de um Futuro Melhor pra Goiás, que reúne 16 partidos e apoia a reeleição do governador Marconi Perillo (PSDB). O deputado pessedista ficou em segundo lugar, com mais de 1 milhão de votos, o equivalente a 37,52% — apenas 10% a menos que o vencedor Ronaldo Caiado (DEM).

“Essa foi a primeira eleição majoritária que disputei, enquanto meu adversário já havia disputado eleições para presidente da República e para o governo de Goiás”, frisa Vilmar Rocha. “Estou feliz com o resultado, principalmente porque os valores que pregamos permanecem intactos. Fizemos uma campanha limpa, bonita, sem ataques pessoais e sempre apresentando propostas concretas e viáveis.”

Vilmar destaca que sua votação foi maior que a de Iris Rezende, candidato ao governo pelo PMDB, e que, no 1º turno, recebeu 898.645 votos. Ressalte-se o fato de que Iris é um dos maiores nomes da política de Goiás, tendo sido duas vezes governador, duas vezes ministro e esteve recentemente à frente da prefeitura de Goiânia por dois mandatos.

“Gostaria de agradecer, de coração, a todos os mais de 1 milhão de eleitores que votaram em mim e, mais do que isso, que abraçaram de corpo e alma o nosso projeto. Saio dessa eleição de cabeça erguida e inteiro, sem ferir meus princípios, meus ideais, minha coerência, minhas convicções”, agradece o pessedista. “Fomos vitoriosos política e eticamente. Política é um processo e vamos em frente. Avançar, nunca recuar”, afirma Vilmar Rocha.

Fortalecimento do PSD

O presidente do PSD observa que o seu partido também conquistou grandes resultados em Goiás, elegendo dois deputados federais e cinco estaduais. “Foi nossa primeira eleição regional e conseguimos manter nossa base de deputados estaduais e ainda fazer dois federais e um suplente”, explica. Com isso, o PSD se mantém como o segundo partido na Assembleia Legislativa, atrás apenas do PSDB. O mesmo ocorre na Câmara Federal, com o PSD atrás apenas do PSDB, que elegeu 6 dos 17 deputados federais goianos. Em termos de votos, o PSD recebeu 223.464 (7,15%) para os candidatos a deputado estadual e 265.622 (8,76%) para os candidatos a deputado federal. Nas duas disputas, ficou em 4º lugar, atrás do PSDB, PMDB e PT.

“Foi um grande sucesso do ponto de vista político”, considera Vilmar. “Agora, iremos trabalhar forte para reeleger o governador Marconi Perillo e manter esse nosso projeto vitorioso e que tem feito Goiás avançar”, afirma o deputado federal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.