Com a imagem de gestor não qualificado, o prefeito ainda conseguiu a proeza de brigar com aliados, como o vice-prefeito

Na semana passada, um repórter do Jornal Opção conversou com dez políticos de Itumbiara e a todos fez a mesma pergunta: “O prefeito Zé Antônio (José Antônio da Silva Netto) tem chances de se eleger, dada a força da máquina pública?” Todos responderam da mesma maneira: o prefeito não tem chance nenhuma. A cidade está contra ele e quer substitui-lo o mais rápido possível.

Gugu Nader e Zé Antônio: o prefeito cometeu a “proeza” de brigar com seus popularíssimo vice-prefeito | Foto: Reprodução

Os políticos disseram que, como as pesquisas estão indicando, Zé Antônio (Republicanos) tende a ficar em último lugar. Estão na frente do prefeito, bem distanciados, Gugu Nader, do PSL, Dione Araújo, do Democratas, Dr. Rogério (Rogério Rezende Silva), do PRTB, e Murilo Borges, do Progressistas. Quer dizer, todos.

Aliados sugerem que Zé Antônio vai disputar mandato de deputado estadual em 2022 — até para buscar imunidade parlamentar. Entretanto, com a imagem desgastada no município, dificilmente será eleito.

Se falta capacidade administrativa, sobra incapacidade para agregar. Zé Antônio conseguiu brigar com vários aliados — entre eles o vice-prefeito Gugu Nader, do PSL, hoje líder nas pesquisas de intenção de voto.