Tucanos dizem que vereadores ligados a Adib Elias prejudicam famílias humildes de Catalão

Os vereadores Vanderval Florisbelo, Gilmar Antônio, Jurandir da Silva, Deusmar Barbosa, Sargento Anísio, Daniel Floresta e Paulinho tentam prejudicar programa habitacional dirigido aos pobres

Adib Elias 2389

Por picuinha política, vereadores ligados ao deputado Adib Elias (PMDB; foto ao lado) e que fazem oposição ao prefeito de Catalão, Jardel Sebba (PSDB), estão prejudicando centenas de famílias carentes da cidade. A denúncia é de tucanos de Catalão.

Jardel Sebba criou um Fundo de Moradia e implantou em Catalão um projeto de construção de casas e reformas de habitações precárias que atenderá cerca de 2 mil famílias carentes.

O Fundo de Moradia será abastecido com recursos advindos do leilão de áreas do município, cuja venda foi autorizada por meio de lei aprovada pela Câmara Municipal.

Apesar de derrotados no plenário, os vereadores de oposição entraram na Justiça contra o benefício. Depois de tentarem barrar sem sucesso o leilão no Fórum de Catalão, conseguiram liminar no Tribunal de Justiça.

A ação dos vereadores é um primor de mesquinharia e atraso político. Por conta de diferenças com o prefeito Jardel Sebba, que está se esforçando para resolver o problema habitacional de Catalão, a oposição liderada por Adib Elias impede que os benefícios cheguem aos mais humildes.

Jardel Sebba lamenta o comportamento politiqueiro e irresponsável dos vereadores oposicionistas, mas adianta que vai recorrer da decisão judicial para seguir em frente no propósito de garantir dignidade às famílias carentes de Catalão.

Enquanto isso, um tucano afirma que é bom a população da cidade anotar o nome dos vereadores que estão atrapalhando o trabalho da prefeitura e prejudicando os moradores mais humildes da cidade. São eles: os peemedebistas Vanderval Florisbelo, Gilmar Antônio, Jurandir da Silva, Deusmar Barbosa, Sargento Anísio, Daniel Floresta, além de Paulinho do PMN.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.