Tucanato está em pé de guerra com José Vitti e pode impedir sua candidatura a prefeito de Goiânia

O deputado pode pleitear a Prefeitura de Goiânia, em 2020, tanto pelo PSB de Lúcia Vânia quanto pelo DEM de Ronaldo Caiado

Uma coisa é certa: quando fala, e fala muito, o presidente da Assembleia Legislativa, José Vitti (PSDB), sempre arranja uma jamanta de inimigos.

José Vitti sustenta que será candidato a prefeito de Goiânia, em 2020, e já conquistou o apoio de cinco vereadores. O problema é: o PSDB não vai bancá-lo para a disputa. O deputado, durante a campanha deste ano, não teria apoiado Marconi Perillo para senador e fez críticas acerbas ao tucanato.

O que fará José Vitti, sem o PSDB, em 2020. O mais provável é que dispute mandato de prefeito pelo PSB da senadora Lúcia Vânia. Mas há um problema: Elias Vaz, eleito deputado federal, pode ser o candidato do partido.

Há quem aposte que José Vitti está prestes a bandear-se para o lado do governador eleito Ronaldo Caiado, sobretudo se receber garantia de que o DEM pode bancá-lo para prefeito da capital em 2020. Não há nada definido, porque a disputa ainda está um pouco distante, mas é praticamente certo que pelo PSDB o deputado não será candidato.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.