TSE absolve candidata a vereadora em Caldas Novas

Flávia Lima obteve 572 votos na última eleição. Ela seria a única mulher eleita do Município

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) absolveu a candidata a vereadora de Caldas Novas, Flávia Lima (PP), em ação de impugnação ao registro de candidatura por rejeição de contas públicas. A Justiça Eleitoral entendeu que a candidata não poderia ter seu registro indeferido e julgou improcedente a impugnação proposta pelo Ministério Público do Estado de Goiás.

Flávia Lima obteve 572 votos na última eleição. Ela seria a única mulher eleita do município.

De acordo com o advogado de defesa, especialista em Direito Eleitoral, Oscar Santos, a candidata foi prejudicada no processo. Segundo ele, havia razão para que ela fosse inocentada já na primeira instância. “O prejuízo foi enorme. Ela perdeu a eleição por 15 votos. Felizmente a instância máxima da Justiça no País reparou o ato, dando condições de elegibilidade para a candidata e garantindo seu registro de candidatura” disse o advogado.  

Flávia Lima, que ocupou o cargo de Secretária de Ação Social do município, diz acreditar que a cassação provisória  lhe custou o mandato de vereadora em Caldas Novas. “Foi muita injustiça. Muita gente deixou de votar em mim, dizendo que eu estava impugnada. Agora, vem a verdade, a decisão final, me inocentando. Realmente me atrapalhou muito”, disse a candidata. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.