O deputado federal não se sentiu valorizado pela cúpula do PSD, que o impediu de ser vice de José Eliton

O deputado federal Thiago Peixoto vai pedir afastamento do cargo de secretário-geral do PSD. Ele disse ao Jornal Opção que não pensa em se desfiliar. Porque tem amigos no partido e porque mantém “um forte e ótimo relacionamento” com os deputados federais da legenda presidida nacionalmente pelo ministro Gilberto Kassab.

Thiago Peixoto não vai disputar a reeleição porque não se sentiu valorizado pela cúpula do PSD — leia-se Vilmar Rocha —, que o teria vetado para vice do governador José Eliton.