Temer diz que Marconi Perillo é o “pai” do Ministério da Segurança

O tucano tem dito que o crime organizado só pode ser combatido de maneira eficaz se um órgão unificar as ações e Inteligência

Foto: Beto Barata / PR

Quando da reunião dos governadores para tratar de segurança pública, o presidente Michel Temer chamou o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), de “pai do Ministério da Segurança”.

O tucano-chefe é um dos principais precursores da defesa da criação da pasta. Ele defende sua criação há muito tempo.

Marconi Perillo entende que o crime se organizou e, ao fazer isto, espraiou-se por todo o país. Se um governante é mais duro no combate à criminalidade, agentes criminosos, de alta periculosidade, migram para outros Estados. Por isso, é vital um Ministério da Segurança Pública unifique e coordene o combate ao banditismo sofisticado, integrando ações e seus serviços de Inteligência.

Deixe um comentário