STF decreta prisão de Joesley Batista e Ricardo Saud

O site O Antagonista afirma que, por enquanto, a prisão é temporária

Joesley Batista: cai a impunidade do empresário que tripudiou do Ministério Público Federal e da Justiça (Rovena Rosa/Agência Brasil)

O site Antagonista anuncia que o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, decretou a prisão do empresário Joesley Batista, do grupo JBS, e do executivo Ricardo Saud. O STF não decretou a prisão do ex-procurador da República Marcelo Miller. Este teria feito uma espécie de “advocacia”, ou consultoria, para Joesley Batista antes de se aposentar, mas restam dúvidas.

O Antagonista assinala que, a princípio, “trata-se de prisão temporária”.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.