Sete políticos de Catalão pretendem disputar mandato de deputado estadual

A disputa se dará mesmo entre Gustavo Sebba e um candidato apoiado por Adib Elias, afirma um ex-prefeito

Gustavo Sebba e Júlio Paschoal

Catalão, proporcionalmente, dentre os municípios do interior, deve ser o que planeja lançar mais candidatos a deputado estadual. Como fica difícil se eleger com os votos do município, dada a quantidade de postulantes, eles têm de fazer um trabalho intenso nas cidades próximas, sobretudo. A seguir, uma lista mínima dos pré-candidatos (um ou dois devem desistir):

1 – Adriete Elias (PMDB) — Ex-deputada estadual, depende exclusivamente do apoio do prefeito de Catalão, Adib Elias, seu ex-marido.

2 – Deusmar Barbosa (PMDB) — O vereador pode ser atropelado pelos demais candidatos. Mas está no jogo.

3 – Fernando Netto (PMDB) — Ex-deputado estadual, sabe os caminhos da pedra. É médico.

4 – Gustavo Sampaio (DEM) — Dono de cartório, é o mais endinheirado. Suas bases ficam em Catalão e Ipameri.

5 – Gustavo Sebba (PSDB) — O deputado estadual e médico ampliou suas bases, obtendo, por exemplo, apoio em Itaberaí e ampliando sua ação em Goiânia. É favorito.

6 – Júlio Paschoal (PSDB) — O economista não vai concentrar seu trabalho apenas em Catalão.

7 – Rodrigão Carvelo (Solidariedade) — Ex-vice-prefeito, é líder sindicalista conhecido na cidade.

Há quem aposte que, ao final do processo de depuração, o prefeito Adib Elias pressione para que o PMDB lance apenas um candidato. Se depender dele, deve ser Adriete Elias. Se depender de sua base, será outro nome, menos o de Adriete Elias. Um ex-prefeito é peremptório: “A disputa se dará entre Gustavo Sebba, bancado por Jardel Sebba, e o candidato bancado por Adib Elias. É assim que funciona em Catalão”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.