Sebastião Macalé e Enil Henrique de Souza Neto devem disputar mandato-tampão na OAB-Goiás

Sebastião Macalé é cotado para  presidir a OAB do Estado de Goiás | Foto: Léo Iran

Sebastião Macalé é cotado para
presidir a OAB do Estado de Goiás | Foto: Léo Iran

Com a possível renúncia do presidente Henrique Tibúrcio, que ocupará uma secretaria no governo do Estado, o vice-presidente Sebastião Macalé assume, provisoriamente, o comando da OAB-Goiás.

Em seguida, convoca-se eleição indireta para a conclusão do mandato-tampão, pois só votam os conselheiros. O candidato natural será Sebastião Macalé, mas tende a enfrentar o tesoureiro da instituição, Enil Henrique de Souza Neto. Há quem defenda o consenso. Porém, ao menos no momento, a tendência é a disputa, o que divide tanto o conselho quanto o grupo que dirige a Ordem há vários anos.

Em novembro de 2015, será realizada a eleição direta. Aquele que for eleito para o mandato-tampão será o candidato natural. Mas vai enfrentar certa resistência. Pela situação, planejam disputar Sebastião Macalé (sabe-se que, depois de um período de calmaria, não mantém mais relacionamento estreito com Henrique Tibúrcio), Enil Henrique, Pedro Paulo Medeiros e pelo menos mais dois advogados.

A oposição (ou oposições) tem pelo menos três nomes disponíveis para a disputa. Leon Deniz, que perdeu várias disputas, permanece cotado. Mas teria feito um compromisso de apoiar Lúcio Flávio. Paulo Teles, desembargador aposentado, é outro nome sempre citado.

Renaldo Limírio aparece nas listas. Mas a escolha deve recair em Lúcio Flávio ou em Paulo Teles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.