Ronaldo Caiado e José Eliton se configuram como grandes players para a disputa do governo em 2018

Ronaldo Caiado e José Eliton: na prática, os dois estão se dizendo — somos os adversários de 2018 | Fotos: Jota Eurípedes / Pedro França / Agência Senado

Ronaldo Caiado e José Eliton: na prática, os dois estão se dizendo — somos os adversários de 2018 | Fotos: Jota Eurípedes / Pedro França / Agência Senado

Por ser menos experiente do que o senador Ronaldo Caiado, o vice-governador de Goiás e secretário de Desenvolvimento, José Eliton (PP), passa a impressão de que é um player menor.

Pode até ser. Mas o fato é que está articulando com o máximo de desenvoltura e tem incomodado o senador do DEM. As reclamações do líder democrata, sugerindo que o vice-governador estaria cooptando seus aliados, sugerem duas coisas.

Primeiro, Caiado está reclamando porque José Eliton está fazendo política, ou seja buscando o próprio fortalecimento e o consequente esvaziamento do adversário. Não há nada de ilegal e mesmo ilegítimo nisto. Segundo, o vice teria “culpa” se aliados de Caiado querem ser cooptados?

José Eliton está estruturando uma base partidária para que ser candidato a governador com apoio o mais amplo possível. Mostra inteligência e capacidade de articulação.
Assim como Caiado está buscando novos aliados, sobretudo no PMDB, José Eliton está fazendo o seu trabalho. Na prática, os dois estão se dizendo: somos os adversários de 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.