Roberto Naves apoia Caiado para governador e Baldy para senador

O prefeito diz que Anápolis tem o terceiro maior eleitorado de Goiás e sustenta que, como ministro, Baldy fez mais por Goiás do que Meirelles

Roberto Naves, prefeito de Anápolis, e Ronaldo Caiado, governador de Goiás: aliados para a disputa eleitoral de 2022 | Foto: Reprodução/Facebook

O prefeito de Anápolis, Roberto Naves, do partido Progressistas, disse ao Jornal Opção que o governador Ronaldo Caiado deve ser eleito com facilidade. “Primeiro, porque faz um governo eficiente e correto. Segundo, porque articulou uma frente ampla para apoiá-lo. Eu diria, até, que já pode encomendar o terno da segunda posse.”

Inquirido se pleiteia a vice de Ronaldo Caiado, Naves afirma que não. “Quem não quer ser vice de um governador sério e realizador como Ronaldo Caiado? Mas eu fiz um compromisso com os eleitores de Anápolis e vou concluir o mandato, ou seja, vou deixar a prefeitura apenas no fim de dezembro de 2024. Acrescento que, enquanto outros políticos, inclusive prefeitos, estão fazendo apenas política, abandonando seus municípios ao deus-dará, estou preocupado é com a administração de Anápolis. Não é hora de fazer política, sobretudo para quem está gerindo uma prefeitura. Na hora certa, vou, como diz o povão, politicar.”

Roberto Naves e o ex-ministro Alexandre Baldy: aliados para 2022 | Foto: Reprodução

Qual posição Baldy assumirá na disputa de 2022? “No momento, ele está em Miami, mas sempre me diz que será candidato a senador, e onde o aceitarem, como também disse ao Jornal Opção. Ronaldo Caiado é o meu candidato a governador e Baldy é o meu candidato a senador. Frise-se que o Progressistas tem 36 prefeitos e o prefeito de Anápolis, a cidade com terceiro maior eleitorado de Goiás e historicamente a segunda mais emblemática. Portanto, numa composição majoritária, é preciso dialogar com o PP.”

Sobre Baldy, Naves afirma que ele fez mais do que muita gente por Goiás quando ministro. “Nada tenho contra Henrique Meirelles, que, por sinal, é de Anápolis. Mas, comparando Baldy e Meirelles, quando ministros, é óbvio que o primeiro fez muito mais por Goiás.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.