Restaurantes DNA e Detroit fecham as portas no Shopping Bougainville

Além da crise, que reduz o faturamento, há o problema do aluguel considerado alto pelo mercado

O shopping Bougainville, na Rua 9, no Setor Marista, não começou o ano muito bem. Às lojas fechadas, várias, somam-se mais duas: os restaurantes DNA e Detroit.

O DNA, restaurante de comidas naturais, resistia há muito tempo, mas, com faturamento em queda, seu proprietário decidiu fechá-lo. Para não comprometer inteiramente as finanças pessoais.

O Detroit também resistia há alguns anos, mas acabou tendo de fechar as portas, antes que os prejuízos se tornassem incontornáveis.

Além da crise econômica nacional, que afeta todos os setores, há, nos shoppings, a questão dos alugueis altos. Não é um problema só do Bougainville. O chamado custo-shopping é um dos obstáculos para a maioria dos lojistas.

Recuperação judicial

O Empório Piquiras, apesar da recuperação judicial, continua funcionando tanto no Bougainville quanto no Flamboyant Shopping Center. “Aos trancos e barrancos”, dizem lojistas.

Manter uma empresa funcionando relativamente bem no Brasil, nestes tempos bicudos, é uma tarefa praticamente heroica. Ninguém fecha uma empresa porque quer ou com objetivos escusos. Fecha porque não tem mais como administrá-la. No momento, há várias empresas em processo de recuperação judicial em Goiânia, como a Locagyn, a Primetek, o Piquiras, o Restaurante Kabanas. Seus proprietários são, eles sim, verdadeiros heróis da resistência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.