PT de Paulo Garcia pode lançar o vice do PSD na disputa pela Prefeitura de Goiânia?

Deputado Virmondes Cruvinel| Foto: Marcos Kennedy

Deputado Virmondes Cruvinel| Foto: Marcos Kennedy

O PT do prefeito de Goiânia, Paulo Garcia, não está “morto” — como adversários acreditam. Seus principais nomes para a disputa da prefeitura da capital — Adriana Accorsi, Luis Cesar Bueno, Hum­berto Aidar, Edward Madureira e Wolmir Amado — não foram contaminados pelos escândalos nacionais do partido. São figuras respeitadas na cidade, embora, de fato, acabem, de uma maneira ou de outra, chamuscados pelos problemas criados pelo grupo do ex-presidente Lula da Silva e da presidente Dilma Rousseff.

Comenta-se que o PT joga em três vias. Primeiro, há quem aposte que o partido pode indicar o vice de Iris Rezende. É fato que há petistas, como Luis Cesar Bueno, que avaliam que uma vice do PMDB seria bem-vinda. O problema é que o irismo prefere compor com o DEM de Ronaldo Caiado e não com o PT de Paulo Garcia. A aproximação com o Democratas seria uma forma de dizer “não” ao PT. Segundo, a tendência mais forte é o PT lançar candidato. Terceiro, há quem aposte que o PT pode lançar o vice do PSD. Acredita-se que, assim, o partido e Paulo Garcia sairiam menos “queimados” em Goiânia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.