PSDB e DEM devem fechar acordão pra bancar Diego Sorgatto para prefeito de Luziânia

Parlamentar apoia o governador Ronaldo Caiado na Assembleia e tem o apoio do democrata Marcelo Melo e do tucano Célio Silveira

Diego Sorgatto consegue unir PSDB e DEM no Entorno de Brasília | Foto: Divulgação

Um acordão entre o PSDB e DEM pode fortalecer a candidatura do deputado estadual Diego Sorgatto a prefeito de Luziânia, a cidade mais importante do Entorno de Brasília.

Diego Sorgatto é filiado ao PSDB, mas apoia o governo de Ronaldo Caiado, do DEM. O ex-deputado federal Marcelo Melo, do DEM, é a ponte que liga o parlamentar ao gestor estadual.

Marcelo Melo, que era apontado como o candidato a prefeito pelo DEM, recuou e decidiu apoiar Diego Sorgatto. O deputado federal Célio Silveira, do PSDB, é o principal articulador de uma frentão para tentar derrotar o deputado Wilde Cambão, do PSD, que conta com o apoio do prefeito Cristóvão Tormin, do PSD.

Célio Silveira: deputado federal quer dar um basta no poder de Cristóvão Tormin | Foto: Fernando Leite/ Jornal Opção

A administração de Cristóvão Tormin não é considerada como qualitativa. Mas o peso da máquina pública em Luziânia costuma desequilibrar o jogo. Em 2016, Marcelo Melo era o líder nas pesquisas de intenção de voto, mas perdeu para Cristóvão Tormin, porque a máquina da prefeitura fez a diferença. No momento, o gestor municipal começou um rush de inaugurações. “Cristóvão está inaugurando até pedra”, brinca um vereador. Este alerta: “É preciso ficar atento para um fato: ele não está saindo do Jardim Ingá, bairro que, com 100 habitantes, é uma verdadeira cidade”. A “entrada” neste bairro-cidade é uma tentativa de descontruir a força política de Diego Sorgatto na região.

Marcelo Melo articula apoio do DEM para Diego Sorgatto | Foto: Fernando Leite/ Jornal Opção

Diego Sorgatto, no dizer de aliados, aposta que, com o apoio do PSDB e do governador Ronaldo Caiado, tem condições de derrotar o candidato do prefeito. A máquina estadual pode ajudar a neutralizar, ao menos em parte, a força da máquina municipal.

Resta saber se o PSDB e o DEM vão aceitar a aliança. Mas aliados de Ronaldo Caiado frisam que, em Luziânia, o adversário a ser batido é o pré-candidato Wilde Camão. Diego Sorgatto é visto como aliado. Chegou-se a falar na expulsão de Diego Sorgatto do PSDB, mas o movimento perdeu força, sobretudo depois da eleição de Jânio Darrot para presidente do partido. Por ser moderado e agregador, o prefeito de Trindade não é dado a perseguições políticas. Jardel Sebba pensa o mesmo e quer a permanência do deputado no tucanato. Outro tucano complementa: “Se for eleito, Diego Sorgatto será um prefeito do PSDB, não do DEM”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.