Professor Alcides articula saída do PP e negocia com MDB, PL e PSD

O ex-ministro Alexandre Baldy vai permanecer no comando do Progressistas. Tudo indica que Alcides não quer esperar a janela partidária

O deputado federal Professor Alcides Ribeiro deu entrevista garantindo que o presidente nacional do partido Progressistas, senador Ciro Nogueira, lhe passaria o comando partidário em Goiás. É possível que nem o empresário do ramo de educação acredite no que disse.

Alexandre Baldy e Professor Alcides: agora é guerra | Foto: Reprodução

O mais provável é que Professor Alcides esteja querendo deixar o Progressistas antes da janela partidária, em 2022, e então estaria “cavando” uma expulsão. O comando do partido em Goiás vai permanecer nas mãos do ex-ministro Alexandre Baldy, que conta com o apoio do deputado federal Adriano Baldy e, sobretudo, de Ciro Nogueira.

Ouvido pelo Jornal Opção, Alexandre Baldy não quis se alongar sobre o assunto. “Tenho mais o que fazer do que me envolver em picuinhas com Professor Alcides”, frisou o ex-deputado federal. “Dei ao deputado 80 diretórios e ele só contribuiu para eleger dois prefeitos.”

Professor Alcides e Gustavo Mendanha: os dois estão alinhadíssimos | Foto: Reprodução

Alexandre Baldy frisa que a resposta a Professor Alcides deve ser dada com “trabalho”. O ex-ministro frisa que o PP tem o prefeito de Anápolis, uma das cidades mais importantes de Goiás.

Um líder político de Aparecida diz que ouviu, do próprio Professor Alcides, que ele irá para o MDB de Gustavo Mendanha (o acordo já estaria “firmado”), para o PL da deputada Magda Mofatto ou para o PSD do ex-deputado Vilmar Rocha. “Ouvi também, do próprio Professor Alcides, que ele não fica de jeito nenhum no Progressistas e que detesta Alexandre Baldy”, afirma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.