Em 2014, Gomide começou empolgando e terminou em quarto lugar. Eduardo Machado aposta na vitória de Ronaldo Caiado

Na eleição de 2014 havia surgido um novo player político — o então prefeito de Anápolis, Antônio Gomide, do PT. Como havia sido eleito e reeleito, com a imagem de administrador eficiente e político popular, o dentista decidiu que havia chegado sua vez de disputar mandato de governador.

O PT colocou toda a sua estrutura em defesa da candidatura de Gomide. Dilma Rousseff, do PT, era presidente da República.

Porém, na campanha, Gomide não empolgou os eleitores do Estado. Quando os votos foram contados, Marconi Perillo havia ficado em primeiro, Iris Rezende em segundo e Vanderlan Cardoso em terceiro lugar. O que aconteceu com o ex-prefeito de Anápolis? Ficou em quarto lugar. Ou seja, dos realmente cotados, ficou em último.

Antônio Gomide e Gustavo Mendanha: o segundo poderá dizer “sou você amanhã”?| Foto: Secom da Prefeitura de Aparecida de Goiânia

O presidente do Podemos em Goiás, Eduardo Machado (também presidente do Detran), diz que está “sentindo o cheiro de 2014 em 2022”.

Eduardo Machado afirma que, por falta de consistência política — de estrutura em todo o Estado —, Mendanha vai acabar “derretendo” durante a campanha. O presidente do Podemos sustenta que o ex-prefeito de Aparecida de Goiânia não tem condições de enfrentar um debate duro com políticos experientes como o governador Ronaldo Caiado (União Brasil) e o ex-governador Marconi Perillo (PSDB). Há quem postule que terá dificuldade de debater até com Major Vitor Hugo, do PL.

Mas, afinal, Mendanha pode acabar, ao derreter, “imitando” Gomide? Há quem, no meio político, postule que ele ficará em quarto lugar, como Gomide em 2014. Eduardo Machado aposta na vitória de Ronaldo Caiado, “o candidato mais consistente e que faz um governo responsável”. Quem ficará em segundo lugar? Talvez Perillo. Vitor Hugo pode surpreender e tirar o terceiro lugar de Mendanha. “O fato é que Gustavo vai se desidratar nas próximas semanas”, sublinha Eduardo Machado.