Pesquisas sugerem que, se a eleição fosse realizada hoje, o engenheiro Rogério Troncoso, do MDB, seria eleito prefeito de Morrinhos. Porém, como é pequena a diferença entre o ex-prefeito e o prefeito Joaquim Guilherme (PSDB), o quadro político — que, a rigor, ainda não é eleitoral — está inteiramente aberto.

Mas surgiu uma complicação para Joaquim Guilherme. O ex-deputado estadual Maycllyn Carreiro (Solidariedade), apontado como uma força renovadora na política de Morrinhos, abriu conversações com Rogério Troncoso — sob intermediação do Palácio das Esmeraldas.

A orientação do Palácio das Esmeraldas — leia-se governador Ronaldo Caiado (União Brasil) — é clara e incontornável: o candidato da base governista em Morrinhos é Rogério Troncoso. Não é Joaquim Guilherme. Este é o nome a ser derrotado.

Fortemente ligado ao ex-governador Marconi Perillo, há quem o chame na base governista de “Perillinho”, Joaquim Guilherme não tem a simpatia de nenhum líder da base governista. O tucano-chefe é um dos orientadores políticos do prefeito de Morrinhos.

Líder do União Brasil em Morrinhos, Tiago Mendonça opera a aproximação de Maycllyn Carreiro com Rogério Troncoso. O ex-deputado é ligado a Mendonça. O compromisso é de lançar apenas um candidato da base governista, para não dividir os votos e correr o risco de perder para o “candidato da máquina”, Joaquim Guilherme. Quem estiver melhor nas pesquisas será o candidato. No momento, o mais bem colocado é o ex-prefeito, com Maycllyn em terceiro lugar, atrás tanto de Rogério Troncoso quanto de Joaquim Guilherme.

Joaquim Guilherme está ficando cada vez mais isolado, mas conta com a força da máquina e é, em termos pessoais, o político mais rico de Morrinhos. O tucano tem, como se diz, “bala na agulha”.

Rogério Troncoso, se fechar em definitivo o acordo com Maycllyn Carreiro, deverá apoiá-lo para deputado estadual em 2026. Aliados do ex-vereador e ex-deputado sugerem que, no momento, ele permanece como pré-candidato a prefeito. Uma pesquisa mostra o jovem político na faixa de 20% — o que o incentiva a manter seu nome na disputa.

Porém, Maycllyn Carreiro é visto como um político leal e membro de um grupo político. Por isso certamente ouvirá a voz da razão de Ronaldo Caiado e Tiago Mendonça. (E.F.B.)