O Jornal Opção conversou com dois líderes políticos de Catalão, município que é uma espécie de capital do Sudeste goiano. Ambos disseram a mesma coisa, que pode ser resumida assim: “Adib Elias terá de ‘engolir’ o ex-prefeito Velomar Rios”.

Um dos entrevistados — que, adibista, vai apoiar o ex-prefeito — garante que Velomar Rios, para provar que será candidato a prefeito, vai se desincompatibilizar, em breve. “Velomar Rios lidera todas as pesquisas de intenção de voto. Por vários motivos. Dois deles: é gestor (foi prefeito de Catalão) e se revelou excelente secretário da Saúde da prefeitura de Catalão”, afirma.

José Nelto e Adib Elias: os dois podem andar por caminhos opostos em 2024 | Foto: Reprodução

Um secretário de Adib Elias, falando em off — teme ser perseguido pela máquina adibista —, diz que se trata de mito que Adriete Elias “veta” a candidatura de Velomar Rios a prefeito. “Na verdade, o veto é do próprio Adib Elias. Como adora ser prefeito, o objetivo dele é ganhar com Nelson Fayad e, em 2028, disputar, mais uma vez, a prefeitura. Adib não gosta de Legislativo. Ele aprecia mesmo é a administração pública. E não há a menor dúvida: é um grande gestor. Acrescento que, se Velomar Rios for eleito, em 2024, ele será candidato à reeleição, em 2028. É por isso que Adib Elias não o apoia.”

Nelson Fayad: até Adib Elias estaria perdendo o entusiasmo com seu pupilo | Foto: Prefeitura de Catalão

O deputado federal José Nelto, ligado a Velomar Rios, procurado pelo Jornal Opção, na semana passada, não quis se pronunciar de maneira ampla. “Tenho de ouvir o nosso líder na cidade, Adib Elias”, sumarizou. Acrescentou que apoia Velomar Rios, que, na sua opinião, “é um excelente candidato a prefeito, tanto que tem quase 40% nas pesquisas de intenção de voto. Ele tem experiência e é decente”. E não quis dizer mais nada.

Nelson Fayad, o pré-candidato apoiado por Adib Elias, é visto como uma pessoa séria e capaz de administrar a Prefeitura de Catalão. Ele é criticado por, supostamente, aceitar “cabresto” do prefeito. Um vereador chegou a brincar na semana, ao ser inquirido sobre o secretário da gestão municipal: “Nelson é gente boa, sua família tem tradição positiva na cidade, mas tem de parar de obedecer Adib Elias até nas mínimas coisas. Nós chegamos a brincar que, se uma pessoa disser que está chovendo, o Nelson responderá: ‘Não sei. Vou ali perguntar ao Adib’”.

Elder Galdino: a aposta do MDB para a Prefeitura de Catalão | Foto: Divulgação

Elder Galdino, do MDB, está na parada

Adib Elias teria dito a aliados que o MDB “já estava no papo” e que assumiria o comando da presidência do partido em Catalão. Porém, até agora, nada mudou. Elder Galdino continua como presidente e disse ao Jornal Opção, recentemente, que será candidato a prefeito. “Adib quer chegar ao MDB como ‘general’, sem entender que o partido já tem um ‘general’, o Elder Galdino. Não sendo ‘soldado’, dada sua força político-eleitoral, Adib pode chegar como ‘coronel’, mas não como ‘general’”, postula um emedebista local.

Gustavo Sebba: pré-candidato a prefeito pelo PSDB | Foto: Divulgação

O PSDB mantém o nome do deputado estadual Gustavo Sebba como candidato a prefeito. Uma frente de oposições, de centro-esquerda, deve bancar a candidatura do economista Júlio Paschoal (chamado de “estranja” pela turma de Adib Elias). O Agro planeja apoiar o presidente do Sindicato Rural de Catalão, Renato Ribeiro, pelo PL.

Renato Ribeiro dos Santos, o nome do Agro em Catalão | Foto: Reprodução

Adib Elias vai mesmo para o pleito com Nelson Fayad? “Adib é tão teimoso quanto uma mula, mas, acima de tudo, é um homem inteligente. Por isso não costuma carregar ‘caixões políticos’. Então, não ficarei surpreso se, amanhã, acordando de bom humor — ele anda num mau humor terrível —, optar pela candidatura de Velomar. É o mais racional a se fazer. Desconfio que Nelson Fayad será o vice de Velomar”, afirma um vereador, que, apesar de votar em Adib Elias, não se considera como integrante de seu “séquito”.

Economista Júlio Paschoal | Foto: reprodução
Júlio Paschoal, mestre em economia: aposta da centro-esquerda | Foto: Reprodução

Um ex-vereador acrescenta pimenta à história político-eleitoral de Catalão: “Já imaginou uma chapa com Velomar Rios e Elder Galdino? Será muito forte”. (E.F.B.)