O PSDB não deve fechar chapa pura para disputar nenhuma prefeitura, principalmente a de Goiânia. Em grande porque seria um desrespeito aos demais partidos que compõem a base do governo estadual.

Assim, começam as especulações para os possíveis companheiros de chapa. E o vice de Goiânia deverá sair do PP ou do PSD.

Os dois partidos são considerados os “favoritões” e com razão: o primeiro é a legenda do vice-governador José Eliton, candidato “natural” para as eleições de 2018; o segundo é a sigla secretário de Cidades, Infraestrutura e Meio Ambiente, Vilmar Rocha — que disputou vaga ao Senado na chapa que reelegeu o governador Marconi Perillo.

PP e PSD são, sem sombra de dúvidas, os partidos mais lembrados da base e os que desfrutam de maior atenção junto ao governador. Fora isso, o PSD tem o deputado estadual Virmondes Cruvinel e o PP vários bons nomes, como o do deputado federal Sandes Júnior, fora os muitos outros que têm trocado de partido rumo à sigla.