Político nacional, Marconi Perillo tende a ser mais produtivo no Senado do que outros candidatos

Divulgação

O ex-governador de Goiás Marconi Perillo (PSDB) é candidato a senador. Lidera as pesquisas de intenção de voto. Aliados frisam que seu problema é não ter o 2º voto dos demais candidatos. Como o 2º voto é dividido entre vários candidatos, não se trata de problema incontornável.

A respeito de Marconi é preciso fazer duas considerações. Dos candidatos, incluindo Lúcia Vânia — decente e competente —, o tucano é o único com influência política nacional, o que, no Senado, tende a fazer a diferença. Se eleito, chegará pelo alto clero — até porque já foi senador.

Dada sua experiência como governador, deputado federal e senador, Marconi conhece os movimentos políticos de um político que atua no Con­gresso. Poderá ser mais produtivo, para Goiás e para o Brasil, do que os demais candidatos.

Não se trata de desmerecer os demais candidatos, mas de realçar a face qualitativa de Marconi Perillo. Tanto que costuma-se dizer, notadamente em Brasília, que Geraldo Alckmin (PSDB), Henrique Meirelles e mesmo Ciro Gomes (PDT), o que for eleito presidente, o querem como ministro.

Deixe um comentário