Polícia vai ouvir vereador eleito de Itumbiara que teria conversado com assassino de Zé Gomes da Rocha

Rogério Rezende foi intimado pela Polícia Civil, o que não quer dizer que é suspeito de ter incentivado Gilberto Ferreira do Amaral a matar o ex-prefeito

José Gomes da Rocha, ex-deputado federal e ex-prefeito, e o policial militar Vanilson Pereira foram assassinados, em Itumbiara, pelo funcionário público Gilberto Ferreira do Amaral, na semana passada

José Gomes da Rocha, ex-deputado federal e ex-prefeito, e o policial militar Vanilson Pereira foram assassinados, em Itumbiara, pelo funcionário público Gilberto Ferreira do Amaral, na semana passada

A Polícia Civil vai ouvir o vereador eleito Rogério Rezende, do PR, em Itumbiara. A polícia busca informações a respeito das supostas relações entre o político e Gilberto Ferreira do Amaral, o Béba, que matou na semana passada o ex-prefeito do município José Gomes da Rocha e o cabo da Polícia Militar Vanilson Pereira. Consta que Rezende e Amaral conversavam com frequência por telefone e que duas horas antes do crime teriam se falado.

Ressalte-se que a polícia não trata Rogério Rezende como “suspeito”. O que se quer são informações sobre as motivações de Gilberto Ferreira do Amaral. Até agora, a polícia não conseguiu responder as perguntas que Itumbiara toda faz:

1 — Gilberto Ferreira do Amaral agiu por vingança pessoal? A história de que José Gomes da Rocha teria agredido Béba não foi comprovada pela polícia e pela equipe da “Folha de S. Paulo” que esteve na cidade. Quem “inventou” a história e por quê? Seria uma tentativa de “justificar” o crime?

2 — Alguém teria incentivado Gilberto Ferreira do Amaral a matar José Gomes a Rocha? Ele recebeu algum dinheiro para cometer o crime?

3 — Alguém pelo menos teria potencializado a possível raiva do assassino? Quem? Por quê?

4 — Gilberto Ferreira do Amaral teria matado José Gomes da Rocha por paixão política por algum candidato?

5 — De quem são as armas que estavam com Gilberto Ferreira do Amaral no dia do duplo assassinato? Os filhos teriam buscado as armas no Paraguai?

6 — Procede que câmeras de vídeo, instaladas em vários pontos da cidade, dão um mapeamento quase preciso dos locais por onde Gilberto do Amaral passou antes de cometer os crimes?

7 — Um médico teria dado atestado médico, garantindo uma licença para Gilberto do Amaral? O atestado teria sido uma “desculpa” para sugerir que Béba estava com problemas psíquicos? Procede que o médico não se lembra de ter fornecido atestado para o assassino?

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.