Polícia Federal busca documentos na casa do ex-procurador Marcello Miller

A PF também cumpre mandado de busca e apreensão na casa de Joesley Batista, em São Paulo

Rodrigo Janot e Marcelo Miller: o primeiro pediu a prisão do segundo, mas os dois eram muito ligados | Fotos: Divulgação

Se o ex-procurador da República Marcelo Miller for mesmo hábil com parece, suposto homem de dois mundos, não deve ter deixado documentos comprometedores em casa. Mas computadores e celulares, mesmo quando “trabalhados”, deixam rastros. É exatamente em busca de “rastros”, apagados ou não, que a Polícia Federal entrou na casa do ex-aliado do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, na segunda-feira, 11, no Rio de Janeiro. A PF também investiga a casa de Joesley Batista, em São Paulo.

A procuradora da República Janice Ascari, da equipe do procurador-geral Rodrigo Janot, acompanha a operação ao lado dos policiais federais.

Marcelo Miller é apontado como tendo feito jogo duplo: teria atuado tanto pela Procuradoria da República quanto para Joesley Batista e Ricardo Saud. A acusação, feita não em forma de acusação mas de uma conversa informal, foi feita exatamente pelo sócio da JBS e pelo executivo Ricardo Saud.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Arthur de Lucca

Esse Marcello Miller tem uma cara de “bobão”. Quando vejo, lembro do “Picciani” que também tem cara de “garoto criado com avós”. Mas…acredito que, no meio, o mais bobo de toda tchurma, conserta relógio de pulso, em águas profundas dos oceanos, usando luvas de boxe. Mas…a considerar esse estica-estica, daqui a pouco irão querer prender o ex-Presidente do Conselho de Administração, aquele colocado lá pelo ex-presidente da república, para orientar os outrora “campeões” que viraram “bandidões”. Ou sempre foram “bandidões”? E, esticando-esticando, daqui a pouco chegarão ao outro irmão Batista que teve “uns troquinhos” de impostos perdoado por uma lei… Leia mais