Policarpo está próximo de deixar o Patriota

Cidadania é dos possíveis destinos do presidente da Câmara de Goiânia; PSB e PSD também buscam atrair o parlamentar

Romário Policarpo, presidente da Câmara de Goiânia / Foto: Reprodução

Romário Policarpo, presidente da Câmara de Goiânia, está a um passo de deixar o Patriota. O parlamentar tem uma boa relação com o vice-governador, Lincoln Tejota, e um dos possíveis destinos de sua vida partidária é o Cidadania. No entanto, PSB e PSD buscam atrair o parlamentar para suas fileiras.

O principal motivo do desembarque de Policarpo é a crise dentro do diretório nacional da sigla, que se estendeu à Justiça Eleitoral, com a iminente filiação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e seu grupo.

Em Goiás, com a chegada da família Bolsonaro ao Patriota – o senador Flavio Bolsonaro já ingressou na legenda – existe a expectativa que o comando estadual da sigla caia no colo de Vitor Hugo. O deputado federal foi líder do governo na Câmara e é um dos integrantes da tropa de choque bolsonarista no Congresso e no estado.   

Se isso ocorrer, o projeto de Romário Policarpo para concorrer a uma das 17 vagas à Câmara Federal fica em xeque no Patriota. Vitor Hugo, que teve a menor votação entre os eleitos para deputado federal em 2018 (31.190 votos) – deve disputar a reeleição no próximo ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.