Polarização em Rio Verde tende a ser entre Paulo do Vale, do DEM, e Osvaldo Júnior, do MDB

O PT vai para a disputa com o professor Valdemar de Paula e o PSDB tende a bancar o estudante de Odontologia Clailton Filho

Paulo do Vale, prefeito de Rio Verde e pré-candidato à reeleição | Foto: Reprodução

O prefeito de Rio Verde, o médico Paulo do Vale (DEM) — que terá como vice, possivelmente, Danilo Pereira (e não necessariamente um nome indicado pelo presidente da Assembleia Legislativa, Lissauer Vieira) —, é, no momento, o favorito para a disputa de 15 de novembro deste ano. Com a saída de Juraci Martins (PSD), que decidiu não ser candidato, não surgiu um candidato consistente, com experiência comprovada, em termos de gestão pública, para enfrentá-lo.

Osvaldo Fonseca: pré-candidato do MDB a prefeito | Foto: Reprodução

Portanto, neste momento, Paulo do Vale está praticamente sozinho na raia — pelo menos 50 metros na frente dos outros “corredores”.

Seu opositor mais bem posicionado, tudo indica, é o médico Osvaldo Fonseca Júnior, do MDB. Trata-se de um profissional respeitado na cidade, diretor do maior hospital do município, e oriundo de uma família de políticos. Mas é bem menos conhecido dos eleitores do que Paulo do Vale. Um dos possíveis trunfos do jovem político é se o médico Juraci Martins aceitar ser o seu vice. Seria um reforço vital para reforçar a sua musculatura política.

Valdemar de Paula da Silva, Vavá: pré-candidato do PT a prefeito | Foto: Divulgação do PT

Há dois outros nomes na disputa. O PT aposta suas fichas no professor e advogado Valdemar “Vavá” de Paula da Silva, presidente do Sindicato dos Professores de Rio Verde. Figura respeitada na cidade, dada a representação dos mestres, não tem, porém, força política. Mas seu discurso é tido como “afiado” e, ao mesmo tempo, “crítico”.

Clailton Filho: pré-candidato do PSDB a prefeito | Foto: Divulgação do PSDB

O PSDB é uma incógnita. A cúpula estadual do partido mantém dois discursos. Quando conversa com integrantes do PSD e do MDB, sugere que pode bancar Osvaldo Júnior — ou melhor, sugeria que poderia bancar Juraci Martins. Porém, ao mesmo tempo garante ao estudante de Odontologia Clailton Filho (PSDB), de 21 anos, que terá espaço para disputar mandato de prefeito. Na semana passada, ele estaria buscando o apoio do alto tucanato para bancar uma agência de publicidade com o objetivo de fazer sua campanha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.