Plano B do PT para presidente é Fernando Haddad ou Tarso Genro

Petistas avaliam que, se Lula da Silva sair do páreo agora, o PT praticamente acaba

Lula da Silva, Fernando Haddad e Tarso Genro: nomes do PT para presidente da República

Políticos do PT mantêm dois tipos de conversas com jornalistas. Uma em “on”. A outra “of the records”. Em “on”, para publicar, afirmam que não haverá recuo: Lula da Silva será o candidato petista a presidente da República. Não há segunda nem terceira via. “Não se pode demonstrar fraqueza”, afirma um petista.

Lula da Silva preso? “Nem pen­sar”, postulam petistas. Eles acreditam que uma prisão do petista-chefe vai “conturbar” o país.

Entretanto, em “off”, petistas admitem que não discutem um plano “B” porque, no dia que o fizerem, o PT “acaba”. Mas sugerem que internamente, ainda que com discrição, líderes do partido, sobretudo no Rio Grande do Sul e em São Paulo, discutem o pós-Lula da Silva. Há dois nomes posicionados. Primeiro, o de Fernando Haddad, ex-prefeito de São Paulo. Ele é ligado ao ex-presidente e quer ser candidato. Segundo, o de Tarso Genro. Pertence a um grupo mais independente em relação à cúpula nacional. É o PT apontado como “ético”.

Há petistas que afirmam que, sem Lula no páreo, o PT corre o risco de ter de apoiar um candidato de outro partido, como Ciro Gomes, do PDT, ou Aldo Rebelo, ex-PC do B.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.