Peemedebista admite que bater em Vanderlan é torná-lo mais conhecido e, assim, ele ganha mais votos

O candidato do PSB parece que tomou fermento e está crescendo aos saltos. É o verdadeiro Pó Royal na disputa pela Prefeitura de Goiânia

po-royal-fermento-em-po-royal-_-250gr-_-pc-c__6-_-un-copy

Um peemedebista histórico disse para um jovem peemedebista: “Esse Vanderlan parece Pó Royal”.

O peemedebista mais jovem perguntou: “O que significa isto?” O histórico explicou: “Ele parece que está comendo fermento, porque está crescendo demais nas pesquisas eleitorais”.

O mais jovem concordou: “E, quanto mais a gente bate, mais ele cresce. Por que será?” O histórico tentou explicar: “Porque, quanto mais mencionamos seu nome, mais ele se torna conhecido e, quanto mais conhecido, mais ganha votos”. Uma lógica irretorquível.

Moral da história: bater em Vanderlan Cardoso tem sido contraproducente para Iris Rezende. Um verdadeiro tiro pela culatra.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.