Paulo do Vale não consegue explicar desvios investigados pela Polícia Federal

Paulo do Vale: investigação do SUS e da Polícia Federal é exclusivamene técnica e nada tem a ver com política | Foto: Divulgação

Paulo do Vale: investigação do SUS e da Polícia Federal é exclusivamene técnica e nada tem a ver com política | Foto: Divulgação

O médico Paulo do Vale (PMDB), ex-secretário de Saúde de Rio Verde e pré-candidato a prefeito, tenta, sem sucesso, explicar as denúncias que motivaram inquérito da Polícia Federal contra sua clínica.

Em entrevista a rádios locais, Paulo do Vale se mostrou nervoso e irritado. Disse que é vítima de perseguição, mas não conseguiu explicar por que auditoria técnica (e não política) do SUS apontou fraudes em procedimentos cobrados por ele e que não teriam sido executados. Apenas em 2014, segundo a Auditoria Nacional do Ministério da Saúde, os desvios giram em torno de R$ 300 mil. A auditoria motivou inquérito da PF, que corre em segredo de justiça na Delegacia Regional de Jataí.

As novas denúncias se somam a duas condenações sofridas por Paulo do Vale na Justiça de Goiás. Ambas por lesão ao Erário quando ele era secretário de Saúde da Prefeitura de Rio Verde. O Ministério Público Estadual e o Tribunal de Contas dos Mu­nicípios também investigam a ges­tão do peemedebista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.