O PHS participa do G-10. Trata-se de dez pequenos partidos que, juntos, somam 24 deputados federais e aí se tornam um “partidão”. A aliança partidária provavelmente indicará um ministro do governo de Dilma Rousseff.

Se o Pros e o PRB aderirem ao G-10, criando o G-12, a frente política terá 56 deputados. “Aí ninguém nos segura. O PMDB tem 60 parlamentares e seis ministérios. Isto significa que nossa presença no governo será quase equivalente”, afirma o presidente do PHS, Eduardo Machado.