Parte do PT planeja apostar numa aliança com Maguito Vilela em Goiânia

Dois petistas dizem que, se Adriana Accorsi disputar, é bom para a deputada, mas não para o partido. O PT poderia indicar o vice do emedebista

O PT é um partido diferente. Suas decisões sobre alianças são complexas e dependem de congressos. O que um deputado isolado afirma nem sempre o partido endossa e, mesmo, pode derrubar sua tese.

No momento, está praticamente definido que a deputada estadual Adriana Accorsi deverá ser a candidata do Partido dos Trabalhadores a prefeita de Goiânia. A parlamentar quer realmente disputar, sobretudo para manter seu nome em evidência e chegar mais forte na disputa para deputada estadual (ou deputada federal) em 2022. Mas petistas sustentam que não está muito empolgada. Mas a delegada de polícia é assim mesmo: ela é sempre empolgada com o mandato e, por isso, faz menos política eleitoral do que muito de seus colegas. Ela é focada. Pesquisas mostram que os eleitores goianienses têm respeito pela parlamentar.

Na semana passada, um repórter do Jornal Opção conversou com cinco petistas, quatro deles de Goiânia e um de Anápolis. De dois deles, ambos de Goiânia, ouviu uma informação intrigante. Depois se falarem, pediram reserva de seus nomes e comentaram que se trata de uma opinião bem pessoal. “A Neyde Aparecida, presidente do PT metropolitano, tem profunda simpatia pelo ex-governador Maguito Vilela e, se for possível, poderá apoiá-lo para prefeito de Goiânia — inclusive lançando o vice-prefeito”, afirmou um dos petistas.

O segundo petista acrescentou: “Veja bem. O PT tem consciência de que, quando banca Adriana Accorsi para prefeita, está contribuindo unicamente para fortalecer o seu projeto pessoal, mas não necessariamente o projeto partidário. Quer dizer, ela disputa, perde e fica por isso mesmo. Aí, na eleição seguinte, disputa mandato de deputada estadual e se elege. Portanto, o PT está a serviço do projeto da parlamentar. Entretanto, se apoiarmos Maguito Vilela, poderemos ter o vice e, assim, ganhar mais força política na capital. Parece-me evidente que uma composição com o emedebista de Maguito, que é um político progressista, pode inclusive fortalecer a nossa chapa de candidatos a vereador. Expectativa de poder é fundamental para qualquer partido”.

Portanto, o PT de Goiânia pode apoiar a candidatura de Maguito Vilela. A palavra a reter é “pode”. Ou seja, está no condicional. Não significa que já está definido.

2 respostas para “Parte do PT planeja apostar numa aliança com Maguito Vilela em Goiânia”

  1. Juarez Alves de Sousa disse:

    Gente pelo amor de Deus PT nunca mais, vamos escurraçar essa quadrilha do Brasil, esquerda nunca mais

  2. Carlos disse:

    Essa de partidos politicos é nada mais,nada menos do que enganar eleitores otários que acreditam neles,tudo farinha do mesmo saco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.