Os populistas Iris e Waldir vão enfrentar os gestores Vecci, Vanderlan, Bittencourt e Virmondes

Iris Rezende, Waldir Soares, Vanderlan Cardoso, Adriana Accorsi, Giuseppe Vecci, Luiz Bittencourt e Virmondes Cruvinel: diferentes perspectivas de como gerir Goiânia

Iris Rezende, Waldir Soares, Vanderlan Cardoso, Adriana Accorsi, Giuseppe Vecci, Luiz Bittencourt e Virmondes Cruvinel: diferentes perspectivas de como gerir Goiânia

Goiânia está assistindo, na campanha eleitoral deste ano — que já começou, menos para os que não entendem de política —, um embate entre as forças do populismo, representadas por Iris Rezende, do PMDB, e Waldir Delegado Soares (sem partido), e as forças dos gestores-modernizadores, representadas por Giuseppe Vecci, do PSDB, Vanderlan Cardoso, do PSB, Luiz Bittencourt, do PTB, Virmondes Cruvinel (ou Francisco Júnior), do PSD, e Adriana Accorsi (ou Luis Cesar Bueno), do PT.

As pesquisas que circulam nos bastidores apontam que os populistas são, por enquanto, favoritos. Motivos principais: são políticos mais “visíveis” e em geral apresentam propostas mais espetaculares. Populistas tendem a aparecer aos olhos dos leitores como políticos que resolvem qualquer coisa e, por vezes, com uma canetada. Mudanças assim não são substantivas, mas parte do eleitorado parece acreditar em propostas radicais e em soluções miraculosas. Um dado curioso a respeito de Iris Rezende — um cientista político diria que é sua contradição básica — é que, apesar de populista, é um gestor experimentado (dado a deixar a dívidas pesadas para os sucessores). Waldir Soares não tem experiência em termos de gestão e faz o gênero populista da linhagem de Jânio Quadros, o presidente que renunciou em 1961.

Giuseppe Vecci é o exemplo cabal de gestor, de político modernizador, com formação técnica de primeira linha. Exatamente por isso tem dificuldade com o discurso populista e não se entusiasma com tapinhas nas costas. Dada sua experiência como planejador de vários governos, desde o governo de Henrique Santillo, na década de 1980, seu projeto de governo tende a ser crível. Vanderlan Cardoso mostrou eficiência como prefeito de Senador Canedo e no mundo empresarial. Luiz Bittencourt é engenheiro, foi presidente do Crea e da Assembleia Legislativa e deputado federal. É experimentado. Virmondes Cruvinel e Francisco Júnior têm menos experiência administrativa, mas têm visões técnicas apuradas — assim como Adriana Accorsi e Luis Cesar Bueno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.