O recado de Netinho de Paula, vereador cassado, para o deputado Waldir Soares

O vereador de São Paulo alegou que estava sendo discriminado pelo PC do B. A Justiça cassou-o por infidelidade partidária

Netinho de Paula vereador em spNetinho-de-Paula

O deputado federal Waldir “Delegado” Soares só pensa em duas coisas na vida: sair do PSDB e disputar a Prefeitura de Goiânia em 2016. Pode alegar mil coisas, porém a mais óbvia é que está sendo discriminado pelos tucanos. Provas? Não deve conseguir ser candidato a prefeito pelo partido. Isto, em si, é discriminação? Não é. Afinal, alguém que nunca foi eleito para nada e, de repente, se elege deputado federal, como campeão de votos, pode mesmo alegar discriminação para sair de um partido?

O vereador Netinho de Paula, de São Paulo, trocou o PC do B pelo PDT, alegando “discriminação política” e que teria sido “boicotado” pelos comunistas. O Tribunal Regional de São Paulo, numa decisão unânime, não aceitou as desculpas e cassou o vereador por infidelidade partidária na terça-feira, 17.

Waldir Soares delegado-waldir

O mesmo pode ocorrer com Waldir “Delegado” Soares, que quer trocar o PSDB por qualquer partido pelo qual possa disputar a Prefeitura de Goiânia. A decisão de São Paulo pode embasar o pedido de cassação do mandato do delegado-deputado.

Waldir Soares aparece bem nas pesquisas de intenção de voto, atrás apenas de Iris Rezende. A ressalva é que o tucanato avalia que o delegado não tem o perfil moderno que o PSDB está imprimindo em Goiás.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.