A rejeição do prefeito de Luziânia, Cristóvão Tormin, é possivelmente a mais alta do Estado — superando a casa dos 70%. O PSD não sabe o que fazer com o prefeito desgastado.