O governador Marconi Perillo quer pressa na introdução de OSs nas escolas públicas de Goiás

Marconi Perillo: governo quer pressa porém com eficiência

Marconi Perillo: governo quer pressa porém com eficiência

O projeto número um do governo de Marconi Perillo é equiparar o ensino da escola pública ao da escola particular. O tucano-chefe planeja se tornar conhecido no país como o gestor estadual que resolveu o problema da escola pública. A classe média, que fugiu para o ensino privado, com o tempo poderá voltar à rede estatal. Se o projeto der certo, será a consagração nacional do político goiano. Como deve ser candidato a senador — ou a um cargo no plano nacional —, ele tem pressa. Só tem dois anos e alguns meses para colocar o projeto em pauta.

Para fazer uma revolução na escola pública, Marconi Perillo vai colocá-la sob o controle de organizações sociais categorizadas. As OSs vão assumir o controle das escolas públicas com ou sem o apoio da secretária da Educação, Raquel Teixeira.

Para evitar atrasos típicos da burocracia corporativista, o tucano-chefe criou uma força-tarefa, comandada por Antônio Faleiros — médico que implantou com eficiência as OSs no setor de saúde.

2 respostas para “O governador Marconi Perillo quer pressa na introdução de OSs nas escolas públicas de Goiás”

  1. Avatar jESSICA sANTOS disse:

    Concordo plenamente…Como nós professores temos perdido nossos direitos durante esse governo…titularidade em troca de “BÔNUS”, que absurdo…Piso Nacional que não tem data para ser vigorado…licenças que não temos direito… nossa dignidade perdida de não podermos mais nem pagar nossas contas nas datas, sim porque parcelaram nossos pagamentos…INDIGNADA…Quanto desrespeito com o professor…Dizem , eu não sei, que todas as profissões dependeram , passaram pelas mãos do professor… me dizem colegas se políticos passaram pelas nossas mãos?

  2. Avatar jESSICA sANTOS disse:

    Ano de prova Brasil…os professores tendo que deixar as salas de aulas para reivindicarem seus direitos…Acorda Marcone;ou melhor , acordem professores e deixem que estes tão apreciados índices que serviram de campanha política para esse governo vá para o “CHÃO”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.