Morre Paulo Fonteles Filho, grande defensor dos direitos humanos no Pará

O ex-vereador, integrante do PC do B, tinha apenas 45 anos e sofreu um infarto fulminante

O ex-vereador Paulo Fonteles Filho morreu na quinta-feira, 26, em Belém (PA), de infarto, aos 45 anos. Fonteles Filho era presidente do Instituto Paulo Fonteles de Direitos Humanos. Filiado ao Partido Comunista do Brasil (PC do B), era um grande defensor dos direitos humanos. Era integrante da Comissão da Verdade do Pará. O corpo do militante será enterrado na sexta-feira, 27, no cemitério municipal Santa Isabel, em Belém.

Fonteles Filho, filho de Paulo Fonteles, era escritor, poeta e blogueiro.

Nota do PC do B sobre Fonteles Filho: “Paulinho era um dos melhores entre nós, amigo, companheiro, solidário, altaneiro, abnegado, dedicado a luta do povo pondo a sua vida constantemente em risco na defesa dos direitos humanos num Estado dominado pelo latifúndio e pela pistolagem. Sua trajetória nos deixa um legado de sonhos, esperança e luta”.

Depoimento

Como jornalista, tenho uma boa lembrança de Paulo Fonteles Filho. Há alguns anos, interessado na Guerrilha do Araguaia, liguei para o político. Queria informações sobre o sargento Santa Cruz, que lutou contra os guerrilheiros do PC do B, ao lado do major Curió e de outros militares. Não falei com o militar, mas consegui informações básicas e publiquei uma reportagem, citada num livro do jornalista Elio Gaspari. (Euler de França Belém)

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.