Marcelo Franco

O dr. Augusto Paranhos foi o meu oftalmologista durante décadas. Sempre formal e correto, comigo ele se permitia uma conversa mais alongada, dadas as antigas ligações entre nossas famílias; além disso, ele foi colega de um tio meu no curso de Medicina da Faculdade de BH.

Mas a vida… Um acidente trágico levou meu tio logo no primeiro ano de estudos, morte que, sessenta anos passados, ainda reverbera em meus parentes e em mim, que nem mesmo o conheci — há entre nós a constante presença do tio morto precocemente. Pois o dr. Augusto jamais deixava de me narrar, em cada consulta, as peripécias de sua amizade com meu tio; na sequência, perguntava por minha avó, meus pais, meus tios e minhas tias… Trocávamos então impressões sobre livros e depois eu dizia alguma coisa indignada e verdadeiramente sincera acerca das eleições goianas de 1954, causadora de certo trauma em sua família (eu não havia nascido, mas tenho certeza de que votei em seu pai para governador). Do seu consultório, assim, eu saía não só com uma nova receita de óculos, mas também com outra certeza, a de ter renovado laços perenes e um tanto misteriosos que nos ligam aqui neste espaço geográfico que habitamos e neste momento histórico.

Bem sabemos que muito será dito, com justiça, sobre o seu profissionalismo, e a tudo assinarei embaixo; contudo, recordando a sua figura sempre de jaleco branco sobre o terno de corte corretíssimo, sua voz suave e seus cuidados extremos com as centenas de pacientes de que cuidava, posso dizer: se nada mais tivesse sido (e foi!), o dr. Paranhos era um homem bom, o que já é ser muito. Por ele rezarei hoje e nos próximos dias, agradecido.

(Augusto Paranhos, do Hospital da Visão, é pai do médico, escritor e professor Flávio Paranhos, doutor por Harvard.)

Nota de pesar do Conselho Regional de Medicina-Goiás⠀⠀⠀⠀⠀

Com grande pesar, o Cremego informa o falecimento do médico oftalmologista Augusto Paranhos (CRM/GO 731).⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

O Cremego se solidariza com a família, os amigos e os médicos goianos neste momento de dor.