Morre o jornalista, escritor e advogado Sebastião de Abreu, que divulgou a luta de Zé Porfírio

Ele foi vereador em Goiânia e redator de jornal do PCB e de jornal dirigido pelo ex-ministro da Justiça Alfredo Nasser

O jornalista, escritor e advogado Sebastião Rodrigues de Abreu morreu na terça-feira, 3, aos 94 anos, em Brasília. Deixa sua mulher, Maria Aparecida Abreu, a Cida, de 90 anos.

Sebastião Rodrigues de Abreu e sua mulher, Maria Aparecida de Abreu | Foto: Álbum de Família

Sebastião de Abreu era ligado ao PSB — levou o ex-governador Rodrigo Rollemberg para o partido — e foi vereador em Goiânia pelo Partido Comunista Brasileiro (PCB). Ele fez várias reportagens sobre José Porfírio, o líder camponês que se tornou deputado estadual pelo PTB e, na ditadura, desapareceu (depois ter sido preso, possivelmente em Brasília). Foi redator do “Jornal do Povo”, do PCB, e do “Jornal de Notícias”, dirigido pelo jornalista e ex-ministro da Justiça Alfredo Nasser.

O jornalista, historiador e escritor Jarbas Silva Marques afirma que Sebastião de Abreu “era um jornalista de primeira linha. Era, politicamente, posicionado, porque sempre batalhou por um mundo melhor para as pessoas. Sublinhe-se que era corretíssimo na exposição dos fatos. A luta de Zé Porfírio se tornou grandemente conhecida devido ao seu jornalismo”.

Sebastião de Abreu é autor dos livros “Trombas — A Guerrilha do Zé Porfírio” e “De Zé Porfírio ao MST: A Luta Pela Terra em Goiás”.

Uma resposta para “Morre o jornalista, escritor e advogado Sebastião de Abreu, que divulgou a luta de Zé Porfírio”

  1. eduardo disse:

    Tenho orgulho de ter recebido orientações políticas e sociais de Sebastião Abreu. Fui seu discípulo e amigo .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.