Mitsubishi de Catalão demite 403 trabalhadores e provoca greve

A empresa, de um brasileiro em aliança com os japoneses, recebe incentivos fiscais do governo de Goiás

A Mitsubishi de Catalão demitiu 403 trabalhadores. Os trabalhadores da empresa entraram em greve.

Aos funcionários da empresa, a Mitsubishi teria alegado que o mercado, em processo de recessão, não estaria comprando veículos em quantidades razoáveis para mantar a empresa funcionando a pleno vapor. Daí as demissões.

A Mitsubishi, para ter acesso ao incentivo fiscal Produzir, prometeu que contrataria “x” números de trabalhadores — e agora está demitindo.

Recentemente, o mesmo grupo fechou as portas da Suzuki em Itumbiara.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.