Ministro da Infraestrutura discute duplicação da BR-153 na sexta-feira. Em Porangatu

Conhecida como “Rodovia da Morte”, a mais importante estrada federal que corta Goiás, deve ser duplicada entre 2020 e 2021

A audiência pública para discutir a duplicação da BR-153 — a novela mais trágica do Norte goiano (dezenas de pessoas morrem na rodovia anualmente) — será realizada na sexta-feira, 1º, às 14 horas, na sede do Sindicato Rural de Porangatu. O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, comandará a reunião.

Acidente na BR-153, com uma vítima fatal | Arquivo de Dulci Moura

O deputado José Nelto, do Podemos, também estará presente. O parlamentar é um dos que mais trabalham pela duplicação e já esteve com o ministro Tarcísio de Freitas. A construção depende, acima de tudo, da pressão da bancada federal — senadores e deputados federais.

Líderes políticos de Porangatu — como o prefeito Pedro Fernandes (a caminho do PP), o empresário Eronildo Valadares (vai se filiar ao DEM), o advogado e empresário Márcio Luís da Silva (sem partido) e o técnico em contabilidade Estevão Leite de Freitas (PRB) — estarão presentes no evento.

A “Rodovia da Morte”, como é conhecida, a mais importante estrada federal que corta Goiás, deve ser duplicada entre 2020 e 2021. Tarcísio de Freitas não é burocrata e é apontado como um dos ministros mais atuantes do governo do presidente Jair Bolsonaro.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.