Mendanha prestigia a turma do PSDB e ignora vereadores e presidentes de outros partidos

A mesa foi composta pelo presidente do PSDB e por um vereador do partido, além de outros tucanos

O saldo da visita de Gustavo Mendanha (quase-PL, quase-Podemos, quase-PSDB) à cidade de Porangatu, no Norte de Goiás, parece não ter sido dos mais positivos.

Segundo um vereador, “embora Mendanha diga que não está subordinado ao ex-governador Marconi Perillo, o encontro foi organizado pelo PSDB local”.

Três vereadores e presidentes de partidos compareceram ao evento, numa chácara, mas não foram convidados para compor a mesa. A mesa foi composta pelo presidente do PSDB, Ivan Júnior, e, entre outros, o vereador do PSDB Gildemar de Morais Silva, o Fusquinha. O ex-prefeito Pedro Fernandes, hoje no PP e ex-PSDB, esteve preso, “entusiasmado”, segundo um vereador.

Mendanha pode até não se filiar ao PSDB, para disfarçar — ele tema a cristalização da “Aliança das Algemas” —, mas, em todo o Estado, é apresentado como o “candidato do PSDB”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.