“O segundo mandato do prefeito João Alberto Rodrigues, embora não tenha terminado — ainda terá um ano e dois meses pela frente —, é bem aquém do primeiro mandato. O jovem médico [de 43 anos] parece menos empolgado e mais interessado em 2026, quando deverá ser candidato a deputado estadual”, afirma um vereador de Santa Helena de Goiás.

Agenor Procópio: vice-prefeito de Santa Helena | Foto: Site do TSE

João Alberto também é considerado um político “indeciso”. A 11 meses da eleição, que será realizada em outubro de 2024, ainda não conseguiu definir o nome de seu candidato. No momento, dois políticos da base governista estão se colocando: o vice-prefeito, Agenor Procópio (Agenor Bezerra de Queiroz), de 70 anos, e o presidente da Câmara Municipal, Aduil Lopes Cruz Júnior, de 46 anos.

De acordo com um vereador, Aduil Lopes seria, até pela idade, “um nome da renovação. Mas o problema é que, num dia, João Alberto sugere que o candidato será Agenor. Noutro dia, sugere que pode ser Aduil. Então, nem sua base nem os eleitores sabem qual é o postulante que realmente agrada ao prefeito”.

Aduil Lopes Júnior: presidente da Câmara Municipal de Santa Helena | Foto: Site da Câmara

Um político local afiança que João Alberto “não está muito interessado no pleito de 2024. Porque, se seu candidato não for eleito, ele poderá disputar a prefeitura, pela terceira vez, em 2028. No fundo, fica-se com a impressão de que o prefeito quer ficar como único líder forte de sua base política”.

3 apostas do MDB de Santa Helena

Se João Alberto não decide, se o vereador estiver correto, há pré-candidatos “sobrando” no MDB.

Há quem postule que, se for candidato, o ex-prefeito Judson Lourenço da Silva, de 68 anos, terá o apoio dos principais companheiros de jornada — Iris Martins Parreira, de 44 anos, e Rones Ferreira, de 62 anos.

Iris Parreira e Rones Ferreira: dois nomes do MDB | Foto: Facebook

“Acredito que, se Iris Parreira se lançar candidato, Rones Ferreira também coloca seu nome em jogo. Se Rones Ferreira se apresentar como candidato, então Iris Parreira também se colocará. Porém, se o candidato for Judson Lourenço, é possível que todos o apoiem”, afirma um membro do MDB.

Na eleição de 2020, o dentista Iris Parreira perdeu para João Alberto. Mas foi relativamente bem — tendo conquistado 8.799 votos (43,64%) — e o prefeito, com a máquina nas mãos, obteve 11.365 votos (56,36¨%).

Cacifado pela disputa anterior, Iris Parreira quer disputar o pleito de 2024. Porém, ancorado no fato de que foi o vereador mais votado de 2024 — e de que já foi eleito quatro vezes —, Rones Ferreira também quer ser o candidato do MDB a prefeito de Santa Helena.

Há quem aposte que, depois de dois mandatos seguidos de João Alberto — que agora tem desgaste, quiçá incontornável —, chegou a vez do MDB. Postula-se, no emedebismo, que, como há três pré-candidatos — todos apontados como de “alta qualidade” —, será preciso encomendar pesquisas de intenção de voto e ao menos uma pesquisa qualitativa para definir o nome daquele que é mais palatável para os eleitores.

De acordo com um político local, Judson Lourenço e Rones Ferreira não representam renovação, mas são bons de voto. (E.F.B.)