Mauro Miranda diz que não está disposto a disputar a presidência do PMDB

O ex-senador disse ao Jornal Opção garante que não conversou com Iris Rezende a respeito. Está mais interessado em ler Platão e Marguerite Yourcenar

[O ex-senador Mauro Miranda e Iris Rezende: aliados políticos históricos; foto de Leandro Vieira]

O ex-senador Mauro Miranda, do PMDB, disse ao Jornal Opção na terça-feira, 29, que, no momento, está mais preocupado com suas leituras, como o romance histórico “Memórias de Adriano”, de Marguerite Yourcenar, e obras de Platão. “É interessante que as ideias propostas por Platão permanecem atuais tantos anos depois de formuladas. O romance da escritora francesa é um desses vasos de porcelana especiais. É belíssimo.” Ao mesmo tempo, aos 74 anos, sublinha que está pensando em alguma coisa interessante para Goiânia. “É, por enquanto, uma ideia.”

Depois da conversa sobre livros, o repórter perguntou ao ex-senador se procede que pretende disputar a presidência do PMDB. Com suas maneiras afáveis, Mauro Miranda expressou-se de maneira coloquial: “Não estou mais na época disso, não. Meus sonhos são outros”.

Como o repórter insistiu, em busca de uma resposta mais afirmativa, Mauro Miranda acrescentou: “É preciso testar políticos mais jovens no comando do PMDB. Eles precisam avançar. Não estou desprezando o partido, que me deu tanto, mas insisto que não estou ‘disposto’ a disputar sua presidência. Voltar a dirigir partido na minha idade, depois de uma longa ausência, não funciona”.

O ex-senador diz que não conversou com Iris Rezende a respeito da possibilidade de disputar a presidência do PMDB.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.