Marconi Perillo diz que cúpulas rebeldes, se apoiarem a oposição, deixarão suas bases com José Eliton

Cúpulas, se romperem com o governo, podem ficar sem suas principais bases eleitorais

Em recente encontro do PSDB, o governador Marconi Perillo deu uma série de recados àqueles que planejam deixar a base aliada para lançar candidato próprio ou apoiar o candidato do PMDB em 2018.

O tucano-chefe ressaltou que as cúpulas de alguns partidos aliados — numa referência ao PSB, PPS e PSD — podem até abandonar o projeto que não perde eleições desde 1998. Mas não levam suas bases políticas, que tanto apoiam seu governo quanto seu projeto político.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.